segunda-feira, 24 de maio de 2010

I Hate Religiosidade.

Oi, como vai você (saudação roubada).

Vou postular umas coisas pra deixar bem claro:
1- Esse post não tem o intuito de atingir alguém.
2- Eu não vou perder tempo fazendo isso.
3- Quem faz isso é gente retardada.

Só eu sei o quanto odeio religiosidade. Não tô falando de igreja (eu poderia falar dela mas isso é assunto pra outra hora). Tô falando de religiosidade no sentido de tratar algo ou alguém como forma religiosa. Ontem postei no twitter a seguinte frase "Lost é chato, prefiro Fringe.". Não foi só uma pessoa que ficou de nariz torcido. Eu sempre (SEMPRE) soube que Fringe e Lost são dos mesmos criadores, eu até digo por aí que o JJ Abrams tava num momento melhor quando escreveu Fringe. Eu tõ com medo de ir contra a maioria.
Tá, beleza, eu postei isso no dia do último espisódio de Lost. Foi intencional, mas foi aleatório. A-L-E-A-T-Ó-R-I-O minha gente. Como tudo que eu escrevo no blog, nos pedaços de papel espalhados pelo meu quarto e no twitter. Eu não vou falar que minha opinião é prematura porque não é : é só uma opinião. Só uma insignificante opinião no meio de tantas outras cruéis que existem por aí. E foi uma opinião, não uma crítica como uma amiga (sim, eu te considero) adoradora de Lost apontou. A diferença de crítica e opinião é grande. Crítica é algo baseado em informações sólidas, tem base, e muuuita base envolvida. Opinião é só um pensamento aleatório.
Enfim, religiosidade me mata. Não trate bandas, artistas e séries de uma forma religiosa: quem perde é você.

1 comentários:

Vicky D. disse...

Eu acho que a gente deve separa, sabe, religião do resto das coisas. Tudo bem, nem sempre, mas as vezes é bom...

bjão =^.^=

Postar um comentário