sexta-feira, 21 de maio de 2010

Sonhe um pequeno sonho comigo

Eu sei que assistir Glee me deixa meio metafórica. Mas vamos lá.
O último epísódio que vi (apesar dos vários trabalhos e prova semana que vem) falava sobre sonhos. Mais especificamente sobre um cara que sonhava ser cantor. Só que aí a vida não foi tão boazinha com ele, que acabou virando uma espécie de conselheiro escolar. No decorrer da trama aconteceram várias coisas, porém o que me marcou mais foram duas coisas. Uma delas foi algo que um personagem disse. Uma metáfora, mais ou menos, em que dizia assim: "Sabe o que acontece quando uma estrela morre? Não, ela não desaparece simplesmente. Ela vira um buraco negro. Ela não só desaparece mas leva tudo ao seu redor. E sabe o que você vai fazer destruindo o sonho deles? Não irá apagar estrelas, irá criar buracos negros. Você agora é um buraco negro. Precisa experimentar ser uma estrela novamente". E aí o personagem (Will) entregou o maior sonho da vida dele. Para não deixar que outros sonhos morressem. Apesar de ser ficção, vou levar comigo isso para sempre. Eu tenho sonhos, vários deles já realizados, outros muito longe de acontecer, talvez alguns nem aconteçam. E provavelmente há algum tempo atrás eu era um buraco negro, colocando os sonhadores de plantão no fundo do poço. Hoje farei o contrário: pedirei, encarecidamente, por meio deste humilde contato com o mundo externo que você aí, que está lendo fervorosamente à espera do fim não pare de sonhar. NUNCA. Não se desculpe por ser quem é. Não desista do seu sonho maluco ou banal. Tente. Experimente. Faça loucuras saudáveis à você. Adie o sonho se preciso, mas não desista, não o esqueça. Não deixe que algo ou alguém o faça esquecer disso. Os sonhos nascem quando você vê uma faísca dentro dos seus olhos, aquela que faz você ver um brilho diferente e enche de lágrimas os sorrisos e os choros. Se dê o direito de ser feliz.
Ah, e a segunda coisa: o Artie cantando "Dream a little dream of me" me fez lembrar que meu sonho está guardado aqui. Que ele ainda está me esperando. E que ele é possível.
Carpe Diem. Façam das suas vidas extraordinárias, boys and girls.

1 comentários:

Vicky D. disse...

É claro que seu sonho é possivel! Nunca pense o contrário! ^-^

bjao e bom fim de semana =^.^=

Postar um comentário