terça-feira, 20 de abril de 2010

O sol vai voltar!

Eu não gosto dos finais, sabe. Sempre que algo chega ao fim dói, seja esse algo um filme, uma novela, uma amizade, um amor. Não começamos nada pensando no fim, mas sabemos, lá no fundo, que tudo caminha para isso. Estou passando por uma situação que queria guardar pra mim, queria remoer até as feridas se fecharem. Mas eu posso tá ajudando muita gente dizendo como passar essa fase, e além de tudo, ajudando a mim mesma.
Bom, não existem fórmulas para términos. Eles acontecem quando a necessidade de crescer vai além das expectativas, quando um não consegue acompanhar o outro. Aconteceu comigo. Eu não queria ver o fim, mas acabou sendo inevitável. Estava sofrendo e todo mundo percebia. E eu aprendi que um relacionamento não é feito só de amor e de duas pessoas. Concorda que ninguém vive sozinho? Então como viver duas pessoas em um mundo tão grande como é o nosso? Nós inevitavelmente precisamos das pessoa se elas precisam de nós. Precisamos dos amigos que dizem "eu te amo", dos caras que te olham às vezes, dos colegas que riem da sua cidade desconhecida, enfim...precisamos de muitas, muitas pessoas. é egoísmo pensar que a pessoas certa é a única que fará sua felicidade. Só encontra a pessoa certa quem é feliz e realizado. Um amor não pode vir para preencher espaços, e sim para complementar uma vida de realizações, de alegrias, uma vida feliz. Então, quando perceber que encontrou a pessoa certa, não à faça carregar o fardo de te fazer feliz eternamente. Procure a felicidade em outras coisas também. Procure ser feliz ficando um tempo sozinha, com você. Essa é a receita que fiz depois de um término difícil. Ah, e não coloque culpa no outro, nem se culpe demais. Não faça disso um arrependimento eterno. A saudade é certa, eu sinto muita saudade, eu adoro dizer que fui muito feliz neste um ano de namoro, mas eu me esqueci das pessoas, ele também. Seria muita pretensão dizer que acabou pra sempre, quem sabe o que a vida é capaz de fazer? Mas eu estou bem. Aprendi que fazer alguém feliz não depende única e exclusivamente de você: depende de N fatores que podem ajudar ou atrapalhar tudo.
Eu tô feliz! Tô sorrindo! Faço planos todos os dias. Não me culpo nem culpo ninguém, ao contrário: agradeço todos os dias por esse relacionamento ter feito parte da minha história. Sou uma pessoa melhor. Tá na hora de continuar, o luto passou e eu sei, o sol nasce todos os dias...Ele vai nascer pra você também.
Espera que o sol já vem...

3 comentários:

Gabriel Seabra ' disse...

e pra você também !

<3

mente inconstante disse...

Ah, eu aluguei o filme "apenas o fim" que é a última hora do fim de relacionamento de um casal... É brasileiro. Ainda não vi, mas parece interessante ne? Lembrei automaticamente dele ao ler o seu texto! AMEI seu layout... fazia muito tempo que eu não vinha aqui, mas está aprovado! AMEI! :)

Anônimo disse...

O FIM SEMPRE É DIFICIL, MAIS FAZER O QUE, TUDO PASSA NO final !

Postar um comentário